Menu

Blog

Assuntos

Busca

informe o que deseja

Datas de postagem

Listagem dos Posts

Dez hatches automáticos para comprar por menos de R$ 70 mil

Publicação: 20/02/2019 às 09:35 | Autor: Ana Paula Cerveira (Quatro Rodas) | Comentários: 0

Descanso ao pé esquerdo sem trancos: QUATRO RODAS mostra quais são os hatches com conversor de torque ou CVT mais baratos do país.  
10. Toyota Yaris 1.3 XL Plus Tech – R$ 67.090
Toyota Yaris
Toyota Yaris Toyota Yaris possui câmbio CVT de sete marchas
Toyota Yaris possui câmbio CVT de sete marchas (Christian Castanho/Quatro Rodas)

O Toyota Yaris 1.3 XL Plus vem de série já com controle de estabilidade, auxílio à partida em rampa, piloto automático, retrovisor interno eletrocrômico, ar-condicionado digital, central multimídia, entre outros itens de série.

Além disso, na questão de segurança, possui sete airbags. Seu motor flex é um quatro-cilindros de 101 cv gerenciado por câmbio CVT Multidrive de sete marchas.

9. Volkswagen Polo 1.6 MSI – 64.850
VW Polo

VW Polo VW Polo 1.6 MSI é bem equipado
VW Polo 1.6 MSI é bem equipado (Christian Castanho/Quatro Rodas)

Um exemplo de suavidade em arrancadas e trocas rápidas é o VW Polo MSI 1.6 Automático. Seu motor flex é o conhecido quatro-cilindros 1.6 de 16V e 117 cv, com câmbio automático de seis posições da Aisin.

Nesta versão, possui ar-condicionado analógico, direção elétrica, vidros elétricos nas quatro portas, travas elétricas, computador de bordo, suporte para smartphone no painel, rádio com USB e Bluetooth, regulagem de altura do banco do motorista, Isofix e quatro airbags.

8. Citroën C3 1.6 Attraction – R$ 60.490


 Citroën C3 não muda de visual desde 2012, mas câmbio é atual
Citroën C3 não muda de visual desde 2012, mas câmbio é atual (Christian Castanho/Quatro Rodas)

O Citroën C3 Attraction 1.6 não tem um design externo inédito – pelo contrário, já que está no mercado desde 2012 sem passar por mudanças visuais -, mas o compacto da PSA soube se atualizar no quesito câmbio automático.

Desde 2017 o motor flex quatro-cilindros 1.6 de 118 cv passou a conversar com uma caixa automática de seis relações, também da Aisin, aposentando o antigo sistema de quatro marchas oferecido até então.

O modelo oferece ainda ar-condicionado analógico, rádio com USB e Bluetooth, direção elétrica, trio elétrico, freios ABS, airbag duplo, faróis de neblina, leds diurnos, vidros elétricos nas quatro portas e rodas de liga leve.

7. Caoa Chery Tiggo 2 1.5 – R$ 59.990
Chery Tiggo 2 frente 3-4

Chery Tiggo 2 frente 3-4 Caoa Chery Tiggo 2 1.5 possui visual e sem exageros
Caoa Chery Tiggo 2 1.5 possui visual e sem exageros (Christian Castanho/Quatro Rodas)

Posicionado entre o dos hatches aventureiros e os SUVs compactos, o Tiggo traz visual cheio de recortes e cromados (solução comum em carros chineses), além de uma oferta bem recheada de equipamentos.

Entre os itens estão freios a disco nas quatro rodas, monitoramento de pressão dos pneus, ajuste elétrico dos faróis, Isofix, piloto automático, controle de estabilidade, assistente de partida em rampas, câmera de ré, central multimídia com Android Auto e Apple CarPlay e teto solar.

O motor flex Acteco 1.5 é um quatro cilindros de 115 cv com câmbio automático de quatro marchas, não tão moderno quanto o de outros modelos nesta lista.

6. Hyundai HB20 1.6 – R$ 59.990
Hyundai Hb20

Hyundai Hb20 o HB20 1.6 tem câmbio automático da própria Hyundai
o HB20 1.6 tem câmbio automático da própria Hyundai (Christian Castanho/Quatro Rodas)

Embora esteja muito perto de passar por uma atualização profunda, o HB20 pode ser uma boa opção de hatch compacto automático. Seu motor flex 1.6 é um quatro-cilindros de 128 cv acoplado a caixa automática de seis marchas da própria Hyundai.

Sua principal desvantagem: o pacote de equipamentos é pouco generoso e dispõe apenas de isofix, ar-condicionado analógico e central multimídia com TV digital a bordo. A vantagem: é o único dos modelos desta lista com cinco anos de garantia.

5. Nissan March 1.6 SV – R$ 58.790

 Motor 1.6 do March dá respostas rápidas nas acelerações
Motor 1.6 do March dá respostas rápidas nas acelerações (Christian Castanho/Quatro Rodas)

O Nissan March já não chama atenção pelo seu visual há tempos, por ser simples demais e estar há quase cinco anos sem atualizações. Também não é referência em espaço interno.

Por outro lado, possui ar-condicionado digital, direção com assistência elétrica e volante com regulagem de altura. Além disso, o motor quatro-cilindros 1.6 flex de 111 cv deixa o compacto esperto nas acelerações e retomadas, e o câmbio CVT, embora “gritão”, opera em giros aceitáveis.

4. Ford Ka 1.5 SE – R$ 57.490


 Ford Ka é praticamente o “ganha pão” da Ford nos dias atuaiscom câmbio automático de seis velocidades
Ford Ka é praticamente o “ganha pão” da Ford nos dias atuais (Divulgação/Ford)

Que ele é o maior sucesso atual da Ford, não se pode negar. Na versão SE 1.5 o hatch traz ar-condicionado, computador de bordo, comandos de voz, piloto automático e Isofix, entre outros equipamentos.

Seu motor flex 1.5 é um três-cilindros de 136 cv, com câmbio automático de seis marchas herdado do irmão de plataforma EcoSport.

3. Volkswagen Gol 1.6 – R$ 57.260
VW Gol

VW Gol Gol automático traz o mesmo conjunto mecânico do Polo
Gol automático traz o mesmo conjunto mecânico do Polo (Christian Castanho/Quatro Rodas)

Para os amantes da Volkswagen e simpatizantes de comodidade, o Gol 1.6 automático é uma ótima opção. Externamente, o pequeno hatch conta com look atualizado trazido da Saveiro.

Na parte interna não há muito luxo, mas o mínimo de conforto é garantido pela presença de ar-condicionado, direção hidráulica, ajuste de altura para o banco do motorista, suporte de celular, banco traseiro rebatível, travas elétricas e vidros dianteiros elétricos.

Um dos melhores pontos deste modelo é o seu motor flex 1.6, o mesmo que equipa o Polo, porém recalibrado para entregar 120, e não 117 cv. A caixa de seis marchas também vem da Aisin.

2. Toyota Etios 1.3 – R$ 55.090
Toyota Etios XLS 1.5 A/T

Toyota Etios XLS 1.5 A/T Etios 1.3 tem design simples, mas ganha em praticidade
Etios 1.3 tem design simples, mas ganha em praticidade (Acervo/Quatro Rodas)

O Etios nasceu simples e com visual controverso, mas precisamos admitir: é um carro bem acertado e, apesar de contar com o velho câmbio de quatro posições do antigo Corolla aliado ao motor 1.3 flex de 98 cv, oferece desempenho bastante interessante.

Além disso, conta com direção elétrica, ar-condicionado, trio elétrico, banco de motorista com ajuste de altura, Isofix, controle de estabilidade e assistente de partida em rampa.

1. Chevrolet Onix 1.4 Advantage – R$ 54.990
Chevrolet Onix

Chevrolet Onix Compacto da Chevrolet mostrou fôlego do Gol em seus tempos áureos
Compacto da Chevrolet mostrou fôlego do Gol em seus tempos áureos (Christian Castanho/Quatro Rodas)

É, ele também está aqui e não é coincidência: além de líder de vendas, o Onix é o carro mais barato do Brasil a contar com câmbio automático com conversor de torque.

Estamos falando da versão Advantage 1.4, que sustenta um design conhecido desde 2016 – e que está prestes a mudar, com a troca de geração, além de lista de itens de série comum para o segmento: direção elétrica, ar-condicionado, Isofix, áudio com Bluetooth, trio elétrico (com vidros apenas dianteiros) e banco do motorista com regulagem de altura.

Por fim, o motor flex 1.4 é um quatro-cilindros de 106/98 cv com câmbio automático de seis relações fabricado pela própria GM.

Automatizados também são possibilidades

Vale lembrar que o mercado de modelos automatizados monoembreagem, embora cada vez mais reduzido, ainda existe e permite comprar modelos sem pedal de embreagem a preços ainda mais acessíveis.

Se você não liga para os trancos, aqui vão cinco opções:

5. Renault Stepway 1.6 – R$ 67.490
4. Fiat Argo 1.3 Drive – R$ 63.590
3. VW Up! 1.0 MPI – R$ 55.680
2. VW Fox 1.6 Connect – R$ 54.490
1. Fiat Mobi 1.0 – R$ 47.590

Meu Automático: o bê-á-bá do câmbio automático.

Publicação: 17/01/2019 às 14:38 | Autor: Abril Branded Content (Quatro Rodas) | Comentários: 0

Conheça as características básicas e as dicas fundamentais de funcionamento

Se quando o assunto é transmissão automática você tem a sensação de estar diante da Esfinge de Tebas, aquele ser mitológico que dizia “decifra-me ou te devoro”, fique tranquilo. QUATRO RODAS e Ford se uniram para mostrar que o câmbio automático não tem nada de complicado.

A operação do sistema é mais simples do que a do câmbio manual e oferece praticidade e conforto para o motorista. Como o próprio nome diz, as trocas de marcha são feitas de forma automática, sem a intervenção do motorista, que se preocupa apenas em acelerar, frear e controlar o volante.

Para não restarem dúvidas, explicamos as principais características do câmbio automático e as dicas para utilizá-lo. Confira:

Sopa de letrinhas

Existem vários tipos de câmbios automáticos, mas todos possuem as seguintes posições universais:

P – do inglês “parking”, utilizada quando o carro está estacionado. Uma vez selecionada, as rodas ficam travadas, impedindo a movimentação do veículo.

D – do inglês “drive”, usada para fazer o veículo se movimentar. As trocas de marcha são realizadas automaticamente ao acelerar, sem a intervenção do condutor.

R – essa posição engata a marcha a ré.

N – posição “neutra”, popularmente conhecida como ponto morto nos câmbios manuais.

Em alguns modelos, existe a posição L, de “low”, que deve ser utilizada quando se necessita de mais força em baixa velocidade, como em uma subida íngreme, ou para acionar o freio-motor em uma descida de serra.

Já outros modelos trazem as posições 1, 2 e 3, que indicam a marcha mais elevada a ser usada pela transmissão. Se for selecionada a posição 2, a transmissão avança apenas até a segunda marcha, por exemplo, seja em uma subida ou em uma descida.

Existem também carros cuja transmissão automática oferece a opção de o motorista realizar as trocas de marcha manualmente, como é o caso do recém-lançado Ford Ka 2019. Isso pode acontecer por meio da movimentação da alavanca (para os lados ou para frente e para trás), do acionamento de teclas ou ainda por meio de borboletas no volante.

Seja diante da necessidade de mais força nas subidas, seja para usar o freio-motor em descidas, deve-se usar o controle manual para selecionar a marcha desejada.

Há ainda alguns modelos que contam com uma opção S, de “sport”, que acabam por realizar as trocas de marcha em uma rotação mais elevada, ampliando a utilização da potência do motor e dando uma maior sensação de esportividade. Essa opção também está disponível no novo Ka.

Dicas básicas

Uma vez em D, o veículo já começa a se movimentar logo que você solta o pedal do freio, mesmo sem pisar no acelerador. O motorista iniciante precisa estar atento até se acostumar com essa reação, inexistente nos modelos manuais, para evitar pequenos acidentes.

Não tente frear com o pé esquerdo. A perna esquerda, acostumada a acionar a embreagem, não tem a sensibilidade necessária para o controle do freio. Para isso, seria necessário muito treino, como acontece com pilotos de corrida. Por isso, para acelerar e frear, use apenas o pé direito.

Se em alguma situação você necessitar de mais força do motor, como para realizar uma ultrapassagem, mantenha o pedal do acelerador pressionado até o fundo por alguns instantes. A central eletrônica vai entender que você precisa de mais força no motor e reduzirá uma ou duas marchas. É o chamado “kickdown”, que permite a conclusão da manobra com segurança.

Agora que não há mais charadas a serem desvendadas, é só aproveitar – o câmbio toma conta do resto.
Meu Automático: o bê-á-bá do câmbio automático.

Ranking dos 50 Carros Mais Vendidos de 2018:

Publicação: 11/01/2019 às 15:56 | Autor: Quatro Rodas | Comentários: 0


Veja os carros mais vendidos por categoria no 1º semestre de 2018, segundo a Fenabrave — Foto: Divulgação
1 Chevrolet Onix 210.458
2 Hyundai HB20 105.506
3 Ford Ka 103.286
4 Volkswagen Gol 77.612
5 Chevrolet Prisma 71.735
6 Volkswagen Polo 69.584
7 Renault Kwid 67.320
8 Fiat Strada 67.227
9 Fiat Argo 63.011
10 Jeep Compass 60.284
11 Toyota Corolla 59.062
12 Fiat Toro 58.477
13 Renault Sandero 52.401
14 Fiat Mobi 49.491
15 Hyundai Creta 48.976
16 Honda HR-V 47.959
17 Nissan Kicks 46.812
18 Jeep Renegade 46.344
19 Volkswagen Saveiro 45.920
20 Volkswagen Virtus 41.634
21 Toyota Hilux 39.278
22 Volkswagen Fox/CrossFox 39.260
23 Ford Ka Sedan 39.027
24 Ford EcoSport 34.497
25 Volkswagen Voyage 32.683
26 Hyundai HB20S 32.155
27 Chevrolet S10 31.761
28 Fiat Cronos 29.307
29 Nissan Versa 27.993
30 Toyota Etios Hatch 27.847
31 Honda Fit 27.359
32 Renault Captur 26.504
33 Chevrolet Tracker 26.100
34 Honda Civic 25.942
35 Chevrolet Spin 25.192
36 Renault Duster 23.579
37 Renault Logan 22.471
38 Chevrolet Cobalt 21.488
39 Toyota Etios Sedan 21.207
40 Volkswagen Up! 20.563
41 Ford Ranger 20.552
42 Chevrolet Cruze Sedan 19.828
43 Volkswagen Amarok 18.766
44 Toyota Yaris Hatch 18.584
45 Fiat Siena 17.470
46 Fiat Uno 15.151
47 Honda City 14.900
48 Honda WR-V 14.797
49 Ford Fiesta 14.505
50 Toyota Yaris Sedan 13.674

Conheça os SUVs mais vendidos em cada estado brasileiro

Publicação: 09/01/2019 às 09:00 | Autor: Henrique Rodriguez ( Quatro Rodas) | Comentários: 0

Levantamento dos utilitários mais vendidos de cada região mostra como o país é diverso

Comparativo: Compass x Equinox
[Comparativo: Compass x Equinox]  Líder do mercado de SUVs, Compass é o preferido em 13 estados e no DFLíder do mercado de SUVs, Compass é o preferido em 13 estados e no DF (Christian Castanho/Quatro Rodas)

Sabe por que as fabricantes andam investindo tanto em utilitários esportivos? Os SUVs compactos, o segmento mais disputado da atualidade, responderam por 24,3% dos 1.338.365 automóveis emplacados no Brasil até agosto deste ano.

Só perdem em participação para os hatches compactos. Que eles são o desejo de muita gente, já sabemos. Mas qual é o SUV preferido de cada estado brasileiro?
PUBLICIDADE

A resposta está no ranking de vendas. O Jeep Compass, SUV mais vendido do Brasil – responde por 12,1% do segmento –, segundo a consultoria Jato, ainda domina em 13 estados e no Distrito Federal: AP, BA, CE, DF, MT, MS, PR, PE , PI, RN, RR, SC, SE e TO. Segundo no ranking, HR-V foi protagonista em seis localidadesSegundo no ranking, HR-V foi protagonista em seis localidades (Christian Castanho/Quatro Rodas)


O Honda HR-V, terceiro SUV mais vendido de 2018 e que dominou no Brasil no ano anterior, passou para segundo no ranking de preferência por estados.

É preferido em seis deles: AC, AM, GO, PA, RJ e RO. No Amazonas, em Goiás, no Rio de Janeiro e em Rondônia, o Compass ocupou a segunda posição.

Nos mercados liderados pelo Compass, o HR-V só apareceu em segundo lugar no Distrito Federal e no Mato Grosso do Sul. Nos outros estados, Hyundai Creta, Nissan Kicks e até o Chevrolet Tracker (caso de Santa Catarina) vendem mais. Creta aparece bem em todos os estados, mas lidera em SP, ES e MACreta aparece bem em todos os estados, mas lidera em SP, ES e MA (Pedro Bicudo/Quatro Rodas)



Novo vice-líder em vendas no fechamento de 2018, o Hyundai Creta aparece em boa posição em quase todos os estados. Mesmo assim, domina no segmento apenas no Espírito Santo, no Maranhão e em São Paulo – onde HR-V é o quarto e o Compass, quinto. O Kicks se sobrepõe aos demais na Paraíba e em Alagoas
.

Chevrolet Onix é o carro mais vendido no Brasil pelo quarto ano seguido

Publicação: 03/01/2019 às 16:33 | Autor: Thais Villaça (Quatro Rodas) | Comentários: 0

Super-ranking mostra os 50 carros mais emplacados num ano em que mercado cresceu 13,58%; Chevrolet se consolida como líder entre as marcas.

 
O ano de 2018 terminou positivo para o mercado automotivo. Em comunicado divulgado nesta quinta-feira (3), a Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores) informou que o número de emplacamentos de veículos novos registrou alta de 13,58% em comparação com o fechamento de 2017.

Com o dobro de vendas do segundo colocado, o Chevrolet Onix manteve sua liderança isolada, que nem chegou a ser ameaçada. O hatch teve 210.458 unidades emplacadas – e olha que a próxima geração do modelo está prometida para julho. Com isso, fechou o quarto ano consecutivo como líder de vendas no país.
 

Redes Sociais

Telefone

(65) 3057-6365 | (65) 99677-3188 | (65) 99242-7944

Endereço

Praça do Motoristas, 770
Bairro: Poção
78040-635, Veja no Mapa

Sitevip Internet